6 melhores formas de juntar dinheiro e realizar um sonho

formas de juntar dinheiroSe você é do tipo de pessoa que sonha com uma viagem, uma festa de casamento, ou até mesmo com a casa própria mas não consegue poupar dinheiro, aproveite as 6 formas de juntar dinheiro que separamos pra você!

6 melhores formas de juntar dinheiro

1. Anotar gastos

Anotar gastos é o começo de tudo. A partir do momento em que você tiver o controle de todos os gastos mensais e quanto sobra no final do mês, ficará mais fácil juntar dinheiro.
Sabendo disso, será possível fazer uma análise completa de despesas supérfluas que costumam passar despercebidas e saírem caras no final das contas.
Aqui mesmo no Poupar Fácil você encontra exemplares de planilhas de orçamento pessoal, orçamento familiar, comparativos, dentre outros materiais que te ajudarão a juntar dinheiro.
Acesse nossos materiais gratuitos!

2. Mudar hábitos

A mudança de hábitos é essencial para juntar dinheiro. Não adianta nada anotar os gastos e continuar levando o mesmo estilo de vida.
Você pode, por exemplo, preparar todas as suas refeições em casa. Assim evita gastos consideráveis em restaurantes, lanchonetes, etc.
Outra opção é procurar opções de lazer gratuitas ou em datas promocionais.
Uma opção um pouco mais drástica, mas que pode surtir um bom resultado, é trocar ou escolher pacotes de TV a cabo e internet pelos que oferecem um melhor custo-benefício, ou até mesmo cancelá-los se não forem usados com frequência.

3. Pagar dívidas

Antes de começar a juntar dinheiro para realizar um sonho, é preciso quitar todas as dívidas existentes para evitar ficar no vermelho, afinal, dívidas geram juros e não queremos ficar negativados. Se organizar e fazer um bom planejamento é essencial para alcançar seus objetivos.
Também é importante lembrar que um fundo de emergência pode ser necessário a qualquer momento. Nunca sabemos se haverá algum imprevisto, e ter um dinheiro guardado pode evitar dívidas inesperadas e apertos financeiros, deixando seu sonho em risco e mais distante de ser realizado.

4. Procurar formas de aumentar sua renda

Você provavelmente já leu na internet ou ouviu falar de alguém que conseguiu realizar um sonho apenas com a renda extra.
Existem inúmeras formas de aumentar a sua renda. Essas atividades serão realizadas no seu período de folga, então é interessante analisar quais se encaixam melhor no seu tempo e perfil.

FAÇA VOCÊ MESMO

Se você gosta de cozinhar, por exemplo, vender doces e salgados é uma boa opção. Você pode vender sob encomenda ou tentar negociar com pontos de vendas como lanchonetes, restaurantes, bares, padarias, etc. Mas não se esqueça do item 1, anote e organize bem suas todas as suas despesas para não levar prejuízos!

TRABALHE COMO GARÇOM OU RECEPCIONISTA DE EVENTOS

Alguns buffets costumam contratar garçons e recepcionistas para eventos por apenas algumas horas de trabalho. Se você tem habilidades para servir, essa é uma boa opção de trabalho para ser realizado principalmente durante os finais de semana, quando o serviço é mais procurado.

SEJA MOTORISTA DE TRANSPORTE PRIVADO

Trabalhar como motorista de transporte privado está se tornando algo cada vez mais comum, porque te dá a liberdade de escolher o horário de trabalho e não exige uma quantidade de horas. Quanto mais trabalha, mais ganha. Hoje já existem diversos aplicativos como o Uber, Cabify e 99POP. Tem também as opções de entregador para restaurantes e pelo próprio Uber Eats, aplicativo criado pela Uber para realizar entrega de pedidos online de comida de diversos restaurantes.

SEJA UM ANFITRIÃO AIRBNB

A Airbnb é um serviço comunitário para anúncio e reserva de acomodações e meios de hospedagem em mais de 191 países pelo mundo. Sendo um anfitrião, você anuncia e aluga o espaço extra da sua casa ou apartamento e, desta forma, consegue aumentar a sua renda mensal.

5. Escolher como guardar o dinheiro

Após seguir todos os passos anteriores, chegou a hora de escolher como você irá guardar o dinheiro que juntou. A forma de guardar o seu dinheiro deve ser escolhida cuidadosamente. Você deverá analisar o tempo necessário para a realização do seu sonho. Se é algo que será realizado a curto, médio ou longo prazo. Separamos algumas opções:

  • Cofre em casa

Guardar em um cofre em casa, como já falamos aqui, é uma maneira tradicional mas não consideramos ideal para nenhuma situação. Ela exige muita disciplina financeira, não há correção de valores e ainda corre riscos imprevisíveis como furtos e assaltos. Por esse motivo, essa normalmente não é a forma de guardar dinheiro que nós aconselhamos.

  • Conta Corrente

Conta corrente é o tipo de conta mais comum, que oferece serviços que permitem que você efetue depósitos em dinheiro, cheques, transferências entre contas, saques, pagamento de salário, entre outros. Por outro lado, as contas correntes cobram taxas mensais de manutenção e utilização dos serviços. Assim como o cofre em casa, a conta corrente exige disciplina financeira por oferecer cheques, cartões de crédito e débito, que muitas vezes utilizamos para compras impulsivas e supérfluas, se esquecendo do objetivo final que é poupar dinheiro.

  • Poupança

A poupança é justamente para quem quer poupar dinheiro mas não realiza movimentações frequentes na conta. Diferente da conta corrente, a poupança não cobra taxas de serviço, mas a manutenção é limitada e o valor depositado só começa a render 30 dias após o depósito ser realizado. Além disso, a poupança lhe permite saques sem um determinado prazo de retirada. Fazendo com que essa opção também exija disciplina financeira, o que não é tão simples para quem está começando a aprender a economizar.

  • Capitalização

O Título de Capitalização é uma forma de juntar dinheiro segura e geralmente é escolhida por determinar antecipadamente os prazos e taxas. Quando realizados os pagamentos, você concorre a prêmios que variam de acordo com a instituição financeira ou seguradora escolhida. A Capitalização exige uma carência, ou seja, o prazo mínimo para solicitar o resgate de pagamentos já realizados, caso necessário. Geralmente, bancos e instituições exigem um prazo de carência de 12 meses, mas isso não é regra. A Icatu Seguros, por exemplo, é uma seguradora que exige apenas 6 meses de prazo para a primeira retirada.
Você pode realizar pagamento único, mensal ou periódico, que será realizado de acordo com a vigência da proposta.

Se você quer saber mais sobre onde guardar dinheiro, explicamos de uma forma mais detalhada no post “Onde guardar dinheiro”.

6. Organização das finanças

Aqui no Poupar Fácil nós preparamos e disponibilizamos um conteúdo grátis para ajudá-lo na organização das suas finanças. Aproveite nossas planilhas , kits, ebooks e reorganize sua vida financeira!

Saiba o que é título de capitalização, como funciona, e se vale a pena