Alcance sua independência financeira com essas 3 atitudes

A independência financeira pode estar mais próxima que você imagina! Muitas pessoas associam independência financeira com salários altos ou um emprego estável, mas a realidade é que essa independência não está associada a quanto você ganha no mês e sim a quanto você gasta.independência financeira

 Independência financeira, como conseguir?

Uma pessoa pode ter um salário muito alto, mas se seu custo de vida ultrapassar 90% do seu salário, essa pessoa não conseguirá poupar. Logo, apesar do alto salário, ela não é uma pessoa financeiramente independente, já que seu custo de vida está consumindo todo seu salário e a impedindo de ter uma reserva para emergências ou desejos pessoais.

Confira 3 atitudes que te ajudam a atingir a independência financeira, independentemente de quanto você ganha.

1. Priorize seus gastos

É importante priorizar aquilo que realmente precisamos. Separar as necessidades, das vontades. Os custos básicos como aluguel, alimentação, dentre outras contas a pagar são essenciais. Mas a sua casa realmente precisa de uma reforma neste momento?

Para fazer isso é importante ter um planejamento, não é algo que se decide da noite pro dia. Muitas pessoas, no desejo da reforma, se atolam em empréstimos e ficam longe da sonhada independência financeira. Então é importante estabelecer prioridades e necessidades. Tudo aquilo que for desejo, precisará de um planejamento para realizá-lo de forma que não lhe comprometa financeiramente.

2. Tenha disciplina financeira

O quanto recebemos de dinheiro no mês muitas vezes não está no nosso controle. Às vezes aquele aumento de salário ou aquela promoção no emprego não vem e é necessário estarmos sempre preparados para manter a estabilidade financeira.

O que sempre estará em nosso controle é o quanto gastamos. Sendo assim, é importante cortar os gastos desnecessários. Faça contas e guarde um pouco do seu salário. Se organizar seus gastos, com o tempo você adquire disciplina financeira e aquele pouco que sobrava do seu salário, passará a ser muito.

 

Muitas pessoas são movidas por impulso, pelo desejo da compra e, por isso, a tarefa de criar uma disciplina financeira é bem árdua. Sendo assim, é importante mudar hábitos de compras impulsivas e adequar o seus gastos a quanto você ganha.

Guarde parte do seu salário, crie reservas financeiras. Gaste somente com o necessário e tenha maior controle do seu dinheiro. Se você tem dificuldades para guardar dinheiro, existem formas de conseguir poupar com disciplina.

3. Crie metas

Qual o seu objetivo? Sair de casa? Trocar de carro? Fazer uma viagem? Seja qual for, crie metas, faça um planejamento. A independência financeira é algo que se alcança de médio a longo prazo.

Então é importante manter o foco. Planeje o prazo em que você pretende realizar tal objetivo e comece poupando o dinheiro para isso.

Muitas vezes, com o desejo de comprar algo, as pessoas recorrem a empréstimos que de forma rápida podem te apertar financeiramente. Dessa forma, é importante traçar seus objetivos dentro de um prazo e estabelecer metas que te ajudem a guardar o dinheiro para realizar tal objetivo.

 

Poupar é a melhor opção

Para ter uma independência financeira é necessário pensar a médio/longo prazo. Se você tem um desses desejos, não pegue empréstimos, ou algum facilitador de crédito que irá te apertar financeiramente em algum momento. Poupar sempre vai ser a melhor opção, assim você ficará livres de juros e todos os riscos financeiros dos empréstimos.

Logo, o mais importante para conseguir a independência financeira, é saber o quanto você está gastando e criar uma disciplina financeira. Muitas vezes encontra-se dificuldade para adquirir uma disciplina sozinho.

Uma boa forma de disciplina financeira forçada são os títulos de capitalização. Com ele você poupa o seu dinheiro por um determinado tempo e pode retirar a mesma quantia depois desse tempo.

Saiba mais sobre controle financeiro