Quanto poupar para ter um fundo de emergências?

quanto pouparQue imprevistos acontecem todo mundo sabe. Porém, nem todo mundo está preparado para arcar com os custos gerados por eles, seja por não saber como e quanto poupar ou por qualquer outro motivo.

Para evitar que uma situação inesperada comprometa o seu planejamento financeiro, uma das ações mais eficazes é a criação de um fundo de emergências.

Por que e quanto poupar para criar minha reserva para emergências?

Continue lendo para esclarecer essas e outras dúvidas sobre reserva financeira para emergências.

Por que criar um fundo de emergências?

Criar um fundo de emergência pode parecer difícil no começo. Mas acredite, é bem pior não possuir um.

Seja por um gasto inesperado, uma consulta ao médico ou até mesmo uma manutenção no carro, um fundo de emergências sempre (ou quase sempre) pode te ajudar resolver situações que requerem uma certa quantia em dinheiro. Estar preparado para um imprevisto pode evitar complicações maiores posteriormente.

Veja abaixo os 3 maiores benefícios de um fundo de emergências:

1. Não comprometer orçamento

Como falamos no início do post, situações inesperadas geram gastos inesperados. Quando se tem um fundo de emergências, você não precisa deixar de pagar uma conta para arcar com os custos gerados por uma situação emergencial.

2. Não depender da ajuda de outras pessoas, de empréstimos bancários ou soluções que geram dívidas

Infelizmente muitas pessoas acabam recorrendo à ajuda de familiares e amigos quando precisam urgentemente de dinheiro. Isso sem falar nos empréstimos bancários que são feitos às pressas e que futuramente podem comprometer não apenas o orçamento do usuário, mas até a credibilidade do seu nome.

Precaver-se e ter sua própria reserva para emergências evitará que você recorra a empréstimos e acumule ainda mais dívidas.

3. Poder custear consultas, medicamentos ou internação, no caso de doenças

Todos sabemos que cuidar da saúde é primordial! Não ter uma reserva para custear consultas ou adquirir um medicamento é muito arriscado. Nunca sabemos quando iremos precisar, por isso é indispensável criar um fundo de emergência que possa cobrir gastos relacionados à saúde.

Quanto poupar para criar um bom fundo de emergências?

Especialistas afirmam que uma boa reserva financeira para emergências deve possuir pelo menos o equivalente a 6 meses de despesas.


Por exemplo: se o valor médio de despesas mensais da sua casa é de R$500,00, basta multiplicar esse valor por 6 para descobrir quanto você deve juntar para ter um bom fundo de emergência.


Como cada caso é um caso, o “volume” da reserva pode variar de acordo com o perfil de cada pessoa.

Outra forma de calcular esta reserva é através da regra dos 50-15-35 para as finanças pessoais. Segunda ela, o valor mensal ideal para a criação de um fundo de emergência deve equivaler a 15% de sua renda.

Veja abaixo exemplos de quanto poupar para criar uma reserva financeira seguindo a regra dos 50-15-35:

Renda R$1.200 R$2.800 R$4.000
Valor mensal da reserva R$180 R$420  R$600
Tempo para criar reserva 40 meses 40 meses 40 meses
Valor total da reserva  R$7.200  R$16.800  R$24.000

Organizar para poder poupar

O próximo passo é organizar as finanças. Isso é importante para saber quanto você tem gastado pagando contas e quanto você poderá reservar mensalmente para construir o seu fundo de emergências.

Para você organizar seu dinheiro e alcançar suas metas, criamos uma planilha de orçamento pessoal. Fique à vontade para fazer o download grátis!

controle financeiro

 

Até breve!

Vale a pena guardar dinheiro na poupança?